E-Government

Ao longo dos anos, conseguiu-se ganhos consideráveis sobretudo, a nível da integração e desenvolvimento de soluções e-Gov, com impacto positivo na qualidade e celeridade da prestação de serviços públicos aos cidadãos e às empresas.

Hoje, o desafio é de acelerar o redesenho de processos, produtos e serviços nesta nova Era da industria 4.0, para que o país transforme naquilo que todos os cidadãos almejam, uma nação verdadeiramente digital e competitiva à escala global.

Para o efeito, está em curso a implementação de uma ambiciosa Agenda Digital e o Plano de Ação de Governação Digital visando, sobretudo, o aprimoramento dos serviços governamentais digitais e o respetivo mercado digital. 

+700

Instituições Interligadas


Criação da Rede Tecnológica e Privativa do Estado - RTPE

+17k

Utilizadores


Mais rapidez e eficiência na comunicação e tomada de decisão

+150

Praças Digitais Konekta


Acesso livre a informação e ao conhecimento

+100

Soluções E-Gov


Smart solutions para a transformação digital

Planos Estratégicos da Governação Digital
Tendo em vista a promoção e desenvolvimento da Economia Digital (ED) e das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) em Cabo Verde, são identificadas cinco áreas de foco para que o país tenha uma economia diversificada, voltada para as TICs e em conformidade com o que existe em países de referência no sector.

Áreas/Focos

Essas áreas (ou focos), por ordem de prioridade, são:

Promoção Empresarial e Ambiente de Negócios
Infraestruturação do país a nível das TICs
Capacitação Técnica dos Recursos Humanos para Inovação e para a Economia Digital
Quadro Legislativo
Observatório Nacional para a Sociedade da Informação
Projetos de Transição Digital
Standards e Orientações

O NOSi é a entidade pública em Cabo Verde que detém a responsabilidade de promover a governação digital e de definir modelos e sistemas mais adequados para o efeito.

Zela ainda pela segurança dos sistemas de governação eletrónica adotados, nomeadamente:

  • Garantir a segurança e a proteção dos dados do Estado;
  • Gerir as infraestruturas da Rede Tecnológica Privativa do Estado (RTPE) em conformidade com as políticas, normas e regras de segurança estabelecidos;
  • Garantir a execução das políticas de segurança da informação estabelecidas no âmbito da gestão da RTPE. 

Neste âmbito disponibiliza aqui um conjunto de orientações específicas e boas práticas em termos segurança e compliance, para diferentes áreas de negócio