Associação de Cinema e Audiovisual de Cabo Verde quer criar uma escola de cinema no país

quarta, 03 outubro 2018 09:35

A Associação de Cinema e Audiovisual de Cabo Verde (ACACV) almeja criar uma escola de cinema para ter pessoas “com capacidade” para fazer “produtos de qualidade e o impulsionar o desenvolvimento” do sector no país.

A informação foi avançada à imprensa, nesta terça-feira, 02 de outubro, pelo presidente da ACACV, Mário Benvindo Cabral, antes do acto de encerramento e entrega de certificados do primeiro módulo em produção cinematográfica, que decorreu durante uma semana na Cidade da Praia, com o realizador e produtor brasileiro Clebio Ribeiro.

Para o responsável a escola de cinema no país é uma das grandes “ambições da ACACV”, explicando que, caso não for convencional, que “seja livre” para ministrar módulos de produção em várias fases e pensar noutras categorias com “cursos que dão garantias e sustentabilidade”.

“A associação tem por objectivo sobretudo a formação, porque achamos que precisamos ter pessoas com capacidade para fazer produtos com qualidade e vermos se conseguimos alavancar o cinema cabo-verdiano num momento em que se fala muito no cinema mundial”, sustentou.

Mário Benvindo Cabral disse acreditar que a formação “é a pedra base” da Associação de Cinema de Cabo Verde, pelo que “há necessidade de engajamento” para o sector possa desenvolver trabalhos que “tenham condições” de participar em festivais de cinema “sem qualquer complexo”.

Destacou ainda que, com os investimentos necessários, num prazo de seis anos, “Cabo Verde terá técnicos especializados” que darão início a trabalhos do cinema a nível da ficção, fazendo assim uma “passagem transversal” para todas as categorias do cinema.

Por sua vez, o formador brasileiro Clebio Ribeiro salientou que Cabo Verde já possui uma tendência de país cinematográfico, mas que há um “necessidade fundamental na formação”, isso porque o cinema “requer pessoas capacitadas” para desenvolver projectos competitivos.

“Aqui existe um potencial artístico e criativo muito forte, por isso acredito que através da formação e de pratica audiovisual cinematográfica, ela pode se tornar um a referencia  no continente africano” sustentou.

A formação em produção cinematográfica promovida pela ACACV, aconteceu no Palácio da Cultura Ildo Lobo e contou com participação de 15 formandos.

Related Video

TCV
© Copyright 2016, Núcleo Operacional da Sociedade de informação - E.P.E. Todos os direitos reservados. | design & concepção: NOSi.