Cabo Verde e China assinam acordo de cerca de 20 milhões de dólares para implementação de “Cidades Seguras”

quinta, 13 outubro 2016 17:02

O Governo cabo-verdiano e a Huawei Technologies, multinacional chinesa de equipamentos para redes e telecomunicações, assinaram quarta-feira, em Pequim, um acordo de cooperação para a implementação do projeto “Cidades Seguras”, orçado em cerca de 20 milhões de dólares.

Segundo o ministro da Administração Interna, Paulo Rocha, este acordo visa dotar Cabo Verde de um sistema moderno de gestão da segurança urbana, cuja instalação será feita em 2017.  Segundo Paulo Rocha, este projeto traduz-se num sistema de colocação de câmaras de vídeo-vigilância nos principais centros urbanos do país, num centro de comunicação de comando e num centro de controlo para todas as entidades que operam na área de segurança eventualmente na Polícia Nacional e Polícia Municipal.

“Este acordo é de importância capital para um problema que é também importante e de resolução prioritária em Cabo Verde. Demos aqui um grande passo. Esperamos conseguir arrancar, em termos operacionais, o mais breve possível”, disse o governante citado na página do Governo na Internet.

O ministro da Administração Interna espera com a implementação do projeto Cidades Seguras uma redução efetiva dos níveis da criminalidade nos principais centros urbanos, designadamente a cidade da Praia e Mindelo, e as cidades do Sal e da Boa Vista numa perspectiva de também garantir um turismo seguro.

O acordo foi assinado no quadro da participação de Cabo Verde no Fórum Macau que Cabo Verde participou com uma larga delegação integrada por governantes e empresários.

Fonte: Inforpress

© Copyright 2016, Núcleo Operacional da Sociedade de informação - E.P.E. Todos os direitos reservados. | design & concepção: NOSi.